Rodar com pneus desgastados pode colocar o condutor em risco e causar prejuízos financeiros. Mas como saber a hora certa de substituir os pneus da frota?

Para quem tem uma empresa de transporte ou trabalha diretamente com a gestão da frota, essa é uma das informações mais importantes de se obter.

Isso porque, com pneus dentro do limite adequado de desgaste, é possível ter mais performance nos trajetos, trazendo uma série de benefícios para o negócio.

Porém, é muito comum que as pessoas tenham dúvida se é muito cedo (ou tarde) para fazer a troca dos pneus.
Veja como saber a hora de certa de substituir os pneus da frota, a seguir.

A importância do controle de desgaste

Quando falamos de um trabalho que envolve pessoas, a segurança é um dos aspectos que sempre devem ser observados.

O controle de desgaste dos pneus é essencial para a segurança dos condutores da frota e de outros agentes de trânsito.

Afinal, com pneus carecas ou desgastados, a aderência ao solo é prejudicada, deixando o veículo com pouca estabilidade em curvas ou alta velocidade.

Pneus desgastados também são problemáticos em pistas molhadas, uma vez que, sem os sulcos de borracha que escoam a água, o risco de aquaplanagem é alto.

Mas, além do quesito segurança, existem outros bons motivos para você saber a hora certa de substituir os pneus, como maior lucratividade para a empresa.

Com pneus em bom estado, o veículo faz um consumo adequado de combustível, permitindo que todas as outras peças trabalhem da forma correta.

Além disso, com pneus bons em uso, as chances de problemas acontecerem durante a viagem diminuem consideravelmente, o que evita gastos inesperados.

Por fim, é sempre bom lembrar que rodar com pneus desgastados ou carecas é uma infração grave de trânsito, que dá multa e pode ter o veículo recolhido.

Tudo isso pode ser resolvido de forma simples: saber a hora certa de substituir os pneus da frota e respeitar esse prazo!

Quando substituir os pneus da frota?

Existem alguns critérios que você pode observar para saber se este é o melhor momento para trocar os pneus da frota.

A longo prazo, o ideal é criar uma forma de controle, seja por meio de uma planilha ou outro tipo de sistema.

Agora, confira as 4 principais formas de saber a hora certa para substituir os pneus da frota.

Profundidade dos sulcos

Os sulcos dos pneus são essenciais para dar aderência ao solo e escoar a água da chuva em caso de pista molhada.

Além disso, eles são úteis para avaliar o desgaste de um pneu. E você pode utilizar os sulcos de diferentes formas.

A primeira é conferir o índice TWI, que é um marcador de borracha que fica entre os sulcos do pneu.

Quando os sulcos atingem a mesma altura do marcador TWI, significa que já está bem desgastado e é hora de substituir os pneus da frota.

Você também pode usar um medidor de sulcos de pneu, disponibilizado por algumas lojas de pneus de caminhão, e até fazer o teste da moeda.

Nesse teste, tudo o que você tem a fazer é encaixar a moeda entre os sulcos do pneu. Se a margem dourada da moeda aparecer, é sinal de que está perto do momento da troca.

Quilometragem

Sempre que você fizer a troca de pneus da frota, é interessante ter algum documento para registrar a quilometragem do veículo naquele momento.

Esse número pode ser um bom parâmetro para identificar se está chegando a hora de substituir os pneus.

No manual do veículo, você pode encontrar uma sugestão de quilometragem máxima que um pneu pode rodar, além de informações sobre o modelo e as libras recomendadas.

Apenas tenha em mente que o desgaste dos pneus depende de vários fatores – não só a quilometragem.

Por isso, é possível que o pneu de um caminhão ou de um carro se desgaste antes de chegar ao limite de quilometragem.

Estrutura física do pneu

Além do desgaste dos pneus, verificado por meio do índice TWI ou do teste da moeda, existem outros sinais na estrutura que indicam o momento da troca.

Este é o caso do surgimento de bolhas na superfície. O “sinal” indica que o material do pneu está atingindo o limite da vida útil.

As bolhas surgem por diferentes motivos, mas quase sempre estão ligadas ao desgaste e exigem a troca, uma vez que causam riscos ao condutor.

Outro sinal na estrutura física que serve como indicativo para saber a hora certa de substituir os pneus da frota é o ressecamento da borracha.

Isso costuma acontecer quando os veículos passam muito tempo parados, expostos ao sol.

Nesses casos, a troca é necessária já que um pneu ressecado tem alta chance de estourar, esvaziar ou se romper, colocando em risco o condutor e outras pessoas.

Qualidade da direção

Você também pode saber que essa é a hora certa de substituir os pneus da frota na qualidade da direção.

Isso porque, se o condutor perceber que há algo “estranho” ao conduzir, como uma vibração no volante, é um sinal de que o pneu precisa de maior atenção.

Nesse caso, é recomendável levar o veículo a uma empresa especializada no assunto.

Na GF Pneus, por exemplo, os técnicos conseguem avaliar os pneus de um veículo, identificando se essa é a hora certa de substituir os pneus da frota.

Pneus para a melhor performance na direção

São nos pequenos detalhes que você consegue saber o melhor momento de substituir os pneus da frota.

Ao fazer esse controle e seguir as dicas para análise dos pneus, é possível garantir que sua frota vai rodar com segurança, atingindo o máximo de performance.

Assim, o seu negócio consegue ter uma frota bem preparada, para lidar com as mais diversas situações e levar a marca ainda mais longe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *